Menu fechado

«Ele lê Dumas, eu leio a gramática»

José Mourinho concedeu uma entrevista exclusiva ao «Maisfutebol» e à TVI.

Sobre a troca de palavras com Jorge Jesus, Mourinho voltou a elogiar o facto de o Benfica ter conseguido contratar Anderson Talisca. No entanto, não gostou que Jorge Jesus não acreditasse nos seus elogios e que tivesse dito: «Conhecem tanto o Taliska como eu conheço o D’Artagnan».

«Não gostei que um colega de profissão tivesse duvidado das minhas palavras, que, para além disso, foram comentários positivos. Mas fico contente de perceber que ele lê Alexandre Dumas, ao contrário de mim, que, sinceramente, com a vida que tenho e por estar a trabalhar fora de Portugal há tempo tempo, limito-me a ler, quando posso, a gramática portuguesa, que é para um dia ela não me acusar de andar aos pontapés com ela», afirmou Mourinho.

«A mim parece-me que ele é íntimo do D’Artagnan. Ele anda a ler o Alexandre Dumas e eu admiro-o por isso. Eu limito-me à minha identidade própria. Não leio Dumas. Tenho uma vida diferente e um nível cultural diferente e procuro educar-me e procuro um dia não ser acusado de andar aos pontapés e de andar a agredir a gramática», concluiu.

Veja mais reportagens em tvi24.pt

Artigo Original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *