Menu fechado

Forte onda de frio causará declínio nas temperaturas

Anunciada desde o final de semana que passou pelos principais institutos de meteorologia do Brasil e da Argentina, uma poderosa onda de frio irá atravessar uma grande parte da América do Sul nesta semana já a partir desta quarta-feira (19) e provocará acentuada queda nas temperaturas, geada e possível ocorrência de neve.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o primeiro aviso referente a esta massa de ar polar foi emitido nesta terça-feira (18) e refere-se a quarta-feira (19) a partir das 16h, para toda a metade sul do RS, com aviso de declínio de 3 a 5°C nas temperaturas.

Conforme o Clima Rosul, de Rosário do Sul, o ar extremamente frio vindo da Antártida avança da Argentina e atingirá a partir de quarta-feira (19), as regiões sul, sudeste, centro-oeste e parte do norte do Brasil, além do Uruguai, Chile, Paraguai, Peru, Bolívia, Equador, Colômbia e Venezuela. O ar frio, mesmo que brando, atravessará a linha do Equador chegando ao hemisfério norte.

Leia mais notícias da editoria Polícia

Roger Pinto, do Clima Rosul, disse que essa onda de frio é excepcional pela sua trajetória continental, ou seja,  “avançará desde o polo Sul e percorrerá o centro da América do Sul, mantendo suas características e sustentando sua potência. Formará um centro de alta pressão atmosférica sobre o norte argentino com intensidade entre 1.033 e 1.035 hpa. Valor alto para latitudes médias”.

Conforme o mesmo Clima Rosul, as temperaturas ficarão muito baixas na região sul com chance altíssima de neve no RS, SC e PR e geada inclusive no centro-oeste e sudeste e sul do Brasil, com possibilidade de precipitação invernal, a chamada chuva congelada, e neve granular.

Nesta quarta-feira (19), apesar das temperaturas elevarem-se pela tarde, pela manhã marcou 3,8°C em Rosário do Sul, mas ficou negativa em Livramento com 0,3°C.

Conforme modelos numéricos do INMET, Rosário do Sul terá temperaturas próximas de zero como mínima até sábado (22).

Foto: Clima Rosul / reprodução

Artigo Original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *