Menu fechado

Presidente do Atlético-MG admite proposta por Guga, mas não crava saída: “Estamos estudando” | atlético-mg

Clube que mais contratou reforços durante a pandemia da Covid-19, o Atlético-MG também precisa vender jogadores para deixar os cofres mais saudáveis. A meta, traçada antes da doença, era de R$ 100 milhões recebidos em comercialização de atletas. Quem pode ajudar a atingir o objetivo é o lateral-direito Guga. O presidente Sette Câmara admitiu a existência da proposta pela jovem peça. Mas o Galo ainda não bateu o martelo.

– Não é segredo para ninguém. Há uma proposta pelo Guga. Não é uma proposta que o Atlético já tenha concordado. Estamos conversando. Não tem nada fechado – afirmou o mandatário do clube, em entrevista à Rádio Super.

Guga, do Atlético-MG, tem proposta do Spartak — Foto: Pedro Souza/ Atlético-MG

Guga foi alvo de uma proposta de R$ 28 milhões do Spartak Moscou, da Rússia. O ge já havia informado que a situação estava avançada, e o lateral já teria concordado com a proposta de trabalho apresentada. Entretanto, falta o “sim” do Galo.

O clube mineiro detém 75% dos direitos de Guga, comprados por R$ 7,5 milhões junto ao Avaí em 2019. Os catarinenses possuem os 25% restantes e ainda cobram uma dívida de R$ 500 mil dos alvinegros pelo negócio.

Presença constante na seleção olímpica brasileira que conseguiu vaga para Tóquio 2021, Guga é um dos principais ativos do elenco atleticano. Pensando na sua saída, a diretoria do Atlético trouxe Mariano, que já estreou na última quarta-feira. Se Guga sair, outra opção é o jovem Maílton, em baixa com o técnico Sampaoli, que improvisou o zagueiro Gabriel diante do América.

Guga voltará a ser titular da seleção sub-23 contra o Uruguai — Foto: Lucas Figueiredo / CBG

Enquanto estuda se libera ou não Guga aos russos, Sette Câmara projeta a necessidade de o Atlético “fazer caixa” com a venda de atletas. O mercado europeu se abrirá em agosto/setembro e, ainda que o Galo pretenda manter o elenco para o Brasileirão, não fechará portas para ofertas internacionais.

– O futebol de hoje, ainda mais nessa situação que vivemos, impõe que você tem de estar fazendo duas, três boas vendas para cumprir o fluxo de caixa do clube. Quero crer que possam aparecer no decorrer do semestre outras propostas. Se forem muitos boas, podemos estudar. Caso contrário, a ideia é não mudar o elenco e poder realmente brigar por este título do Campeonato Brasileiro. Estamos investindo muito para isso – completou o presidente.

Banner do Atlético-MG – 2020 — Foto: Divulgação

Artigo Original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *