Menu fechado

Quais são as filiais do Manchester City ao redor do mundo?

A City Football Group (CFG) é uma das maiores franquias do futebol mundial, sendo proprietária de nove times em diferentes países, entre eles Inglaterra, Espanha e Estados Unidos

Há cerca de 12 anos, a empresa árabe comprou o seu primeiro – e talvez, hoje, mais notável – clube, o Manchester City, da Inglaterra, começando aí o seu projeto: se tornar a Disney do mundo do futebol.

Tendo o gigante inglês como um de seus principais investimentos, ao longo dos anos a CFG foi comprando total ou parcialmente diferentes equipes de diferentes níveis do futebol mundial, são elas:

MANCHESTER CITY (Inglaterra)

Manchester City Premier League trophyFoto: Getty

Em 2008, ainda sem ter criado a CFG, o bilionário árabe Sheikh Mansour bin Zayed Al Nahyan comprou o tradicional clube inglês Manchester City, que vivia um período difícil dentro e fora de campo.

O investimento elevou o City a um novo patamar no cenário mundial, com um reestruturação completa, passando pelos departamentos internos, estádio e, principalmente, com a contratação de grandes jogadores e técnicos. 

Assim, depois de anos em crise e sem ganhar título, o City foi campeão 14 vezes desde que foi comprado pela holding e, hoje, é um dos principais e mais fortes clubes do mundo.

NEW YORK CITY FC (Estados Unidos)

Andrea Pirlo David Villa New York City FCFoto: Getty Images

Em 2013 o New York City se tornou o segundo clube da CFG, que participou de sua criação e fundação junto com a equipe conterrânea de Basebol, New York Yankees.

Já tendo nascido como parte do grupo do City, o New York tem grandes proximidades com o irmão inglês, a começar pela semelhança entre seus escudos e uniformes.

O investimento permitiu que jogadores como David Villa, Andrea Pirlo e Frank Lampard fossem alguns a vestir as camisa do New York, que disputa a conferência leste da Major League Soccer, liga americana de futebol.

Dario Vidosic Melbourne City

Em 2014 CFG chegou na Austrália com a aquisição do Melbourne Heart. O clube italiano, depois da compra, passou por uma transformação total, passando a se chamar Melbourne City FC e mudando de símbolo e cores para ficar semelhantes ao Manchester City.

Fundado em 2009, o Melbourne conquistou seu primeiro título apenas em 2016, quando foi campeão da Copa Austrália. Atualmente o clube disputa a A-League, liga nacional australiana.

YOKOHAMA F. MARINOS (Japão)

Yokohama F. Marinos 2019Foto: Yokohama F. Marinos

Ainda em 2014, a CFG investiu com participação minoritária no Yokohama F. Marinos, do Japão, com 20% das ações. Assim, a holding divide o comando com o próprio clube e com a Nissan, fabricante de automóveis e dona dos outros 80% do time. 

O Yokohama disputa a J-League, primeira divisão japonesa, da qual já foi campeão em quatro oportunidades em seus 48 anos de história. 

MONTEVIDEO CITY TORQUE (Uruguai)

Montevideo City TorqueFoto: Divulgação / Torque

Fundado em 2007, o clube uruguaio foi adquirido pela CFG em 2017, quando disputava a primeira divisão uruguaia.

Em 2020 o time passou por uma reformulação, com o novo símbolo e os novos uniformes adotando o padrão adotado pelo grupo, mais semelhantes do Manchester City. Além disso, este foi o ano, também, em que o clube voltou para a elite do futebol uruguaio. 

GIRONA (Espanha)

Christian Stuani Girona La Liga 12022018Foto: Getty Images

Também em 2017 a empresa, em parceria com o irmão de Pep Guardiola, adquiriu parte do clube da La Liga, Girona

Desde 2013 o clube disputa a segunda divisão espanhola e, para tentar o acesso, a CFG emprestou jogadores do irmão inglês para que o Girona, mas ainda não teve efeito. O título recente mais notável do modesto clube foi uma Supercopa da Catalunha, conquistada em 2019 em cima do gigante Barcelona.

SICHUAN JIUNIU (China)

Sichuan

Fundado em 2006 depois que o time de Sichuan acabou, o clube japonês teve parte de suas ações compradas pela CFG, que administra junto à UBTECH Robotics e China Sports Capital.

O Jiuniu, atualmente, disputa a Liga Dois da China, equivalente à terceira divisão do campeonato local. 

MUMBAI CITY (Índia)

Mumbai City v NorthEast UnitedFoto:ISL 

Em novembro de 2019 a CFG se tornou dona de 65% do Mumbai City, da Índia, que disputa a Superliga Indiana. O clube foi fundado em 2014 e não possui títulos oficiais em sua história.

LommelFoto:Getty

Em maio de 2020, foi anunciada a aquisição do Lommel por parte da CFG. Segundo a empresa, o time é “conhecido por seu forte centro de treinamento e foco no desenvolvimento dos jovens”.

O Lommel foi fundado em 2003 e, atualmente, disputa a segunda divisão do campeonato belga.

Artigo Original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *